By   dezembro 27, 2016

Achyrocline satureoides (Lam.) DC.

Nomes populares: marcela, macela

Parte usada: inflorescências

Usos populares: estômago, antiinflamatória, antibacteriana, cólicas (antiespasmódica), dores, hipotensora, sedativa, colesterol, hipoglicêmica, diarréias,  antiagregante plaquetária, asma (travesseiro), distúrbios gastrintestinais como úlcera gástrica e dispepsia.

É uma espécie que pode ser cultivada em áreas degradadas e descobertas em pleno sol, solo ácido e pobre em fertilidade. 

As sementes não devem ser cobertas com terra. A colheita das flores é feita a partir do sexto mês, em floração plena e de apenas uma vez com 70-80% das flores desabrochadas.

Os flavonoides quercetina, luteolina e 3-O-metilquercetina isolados dos extratos aquoso e hidroetanólico das inflorescências de A. satureoides demonstraram atividade antiinflamatória no modelo de pata de rato induzido por carragenina.

Apresenta potencial antioxidante frente ao LDL humano na parece arterial através da inibição de apoB e da redução da produção de TBARS.

O extrato alcoólico na concetraçäo apresenta efeito antagonista não-competitivo e irreversível sobre o efeito contrátil induzido por noradrenalina e cloreto de bário, no ducto deferente de rato, in vitro, e reduz a afinidade e a responsividade relativa de noradrenalina.

 

Muito obrigado pela visita!

Se você quer receber as atualizações do site no seu e-mail, cadastre-se na Newsletter utilizando o formulário da barra lateral!

Se você quiser acompanhar as atualizações pelo Facebook / Twitter, curta / siga os perfis que estão na barra lateral!

(Farmacognosia da planta ao medicamento. 6 edição. Organização: Cláudia Maria Oliveira Simões, Eloir Paulo Schenkel, Grace Gosmann, João Carlos Palazzo de Mello, Lilian Auler Mentz e Pedro Ros Petrovick. Editoras UFRGS e UFSC, 2010).

(Three different pathways for human LDLoxidation are inhibited in vitro by water extracts of the medicinal herb Achyrocline satureoides. A. Gugliucci e T. Menini. Life Sciences, v. 71, n. 6, p. 693-705, 2002).
(Atividade anti-espasmódica do extrato alcoólico de Marcela (Achyrocline satureoides (Lam) D.C.): compositae sobre a musculatura lisa genital de ratos. Langeloh, Augusto; Schenkel, Eloir Paulo. Apresentado no Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil, 1982).
(Antiulcer effects of Achyrocline satureoides (Lam.) DC (Asteraceae) (Marcela), a folk medicine plant, in different experimental models. José Roberto Santin, Marivane Lemos, Luiz Carlos Klein Júnior, Rivaldo Niero, Sérgio Faloni de Andrade. Journal of Ethnopharmacology, v.130, n. 2, p. 334-339, 2010).